Connect with us

Entretenimento

Diagnosticada com síndrome rara, Isabel Teixeira remove as mamas para reduzir o risco de câncer

Atriz Isabel Teixeira faz mudanças radicais de vida e saúde após diagnóstico de síndrome genética rara.

Avatar De Redação Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Diagnosticada Com Síndrome Rara, Isabel Teixeira Remove As Mamas Para Reduzir O Risco De Câncer
Imagem: Reprodução/ TV Globo

Isabel Teixeira, conhecida por seus papéis em produções televisivas como “Pantanal” e “Elas por Elas”, revelou ter passado por uma cirurgia de retirada das mamas após a descoberta de uma síndrome rara. Em entrevista ao jornal O Globo, a atriz compartilhou que, em 2020, um mapeamento genético identificou a presença da síndrome de Li-Fraumeni, causada por uma alteração no gene TP53, que aumenta a predisposição para vários tipos de câncer.

Isabel relatou que a decisão de realizar a cirurgia foi influenciada pela experiência de sua mãe, também portadora da síndrome, que faleceu aos 56 anos.

 “Minha vida mudou muito e para melhor. Quando recebi a notícia, tive um tremendo choque. Depois fiquei forte. Parei de fumar e de beber. Minha vontade é continuar aqui, com peito, sem peito, com ou sem silicone, mas com alegria”, disse.

Além disso, a atriz mencionou suas experiências passadas com drogas, explicando como elas afetaram sua capacidade de raciocínio e memória. Isabel ressaltou a importância de viver com alegria, independentemente das circunstâncias.

“Minha relação com drogas foi tranquila. Sempre tive medo de não voltar. As drogas, principalmente a maconha, não somaram, me tiravam o raciocínio. Quando fumava, viajava, mas não conseguia me manifestar. Depois, não me lembrava de nada”, relatou.

A situação de Isabel remete ao caso da atriz Angelina Jolie, que também passou por procedimentos cirúrgicos preventivos após descobrir ser portadora do gene BRCA1, que eleva as chances de desenvolvimento de câncer.

ANÚNCIO

Mais Lidas