Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Tinder está entre os apps mais rentáveis do Brasil: entenda como seu algoritmo pode aumentar suas chances de match

Tinder no Brasil: A chave para paquera em 2023 depende de entender seu algoritmo. Descubra como aumentar suas chances!

Avatar De Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Algoritmo

Em um mundo onde a tecnologia permeia praticamente todos os aspectos da vida cotidiana, não é de se estranhar que até mesmo a busca pelo amor ou por novas amizades tenha encontrado um aliado digital: o Tinder. Este aplicativo, que conquistou o posto de um dos mais rentáveis no Brasil em 2023, conforme dados do site AppMagic, revela que os brasileiros estão cada vez mais engajados na arte de deslizar perfis na esperança de um match perfeito. Mas o que muitos não sabem é que, por trás de cada sugestão de perfil, existe um algoritmo sofisticado trabalhando para aumentar as chances de compatibilidade entre os usuários.

O segredo do sucesso do Tinder? Seu poderoso algoritmo. Este sistema é projetado para analisar uma série de fatores que vão muito além de simplesmente colocar perfis aleatórios uns frente aos outros. Entre estes parâmetros, destacam-se o tempo de atividade no aplicativo e a proximidade geográfica entre os usuários, demonstrando uma preferência do sistema por perfis ativos e por potencializar encontros entre pessoas que se encontram fisicamente próximas.

Entretanto, o aplicativo vai além e pondera interesses e estilos de vida semelhantes, mostrando uma habilidade única de conectar pessoas com gostos parecidos. Se você é um entusiasta de trilhas, por exemplo, é provável que o aplicativo sugira outros usuários que compartilham dessa paixão. Da mesma maneira, análises são feitas com base em interações passadas, como curtidas e deslizes, para entender melhor as preferências individuais em termos de aparência e hobbies, sugerindo perfis que se encaixem nesses critérios.

Curiosamente, no que diz respeito ao tipo de informação avaliada pelo algoritmo, a plataforma afirma categoricamente evitar o acompanhamento de dados como status social, etnia ou religião. Isso ressalta o compromisso do Tinder em promover conexões genuínas baseadas em interesses mútuos, ao invés de preconceitos ou estereótipos.

Em um movimento de transparência, a empresa também esclareceu que não utiliza mais o controverso sistema de pontuação Elo, que classificava os usuários com base na atratividade percebida. Essa mudança reflete um esforço para garantir que o algoritmo fomente interações mais verdadeiras e significativas, longe de uma dinâmica puramente competitiva.

O Tinder, portanto, exemplifica como a tecnologia pode ser empregada de maneira inovadora para facilitar, e até mesmo melhorar, a busca por conexões pessoais no século XXI. Seu algoritmo não é apenas uma ferramenta para aumentar as chances de um match: é um convite à exploração de novas possibilidades de interação humana, ancoradas na compreensão profunda de nossos comportamentos e preferências.

Mais Lidas