Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Pentágono desenvolve X-65: novo jato experimental sem asas promete revolucionar voo

Descubra o jato X-65 da DARPA: sem asas ou hélices, promete revolucionar o voo com controle de ar inovador e design modular. Primeiro voo em 2025.

Avatar De Curiosidades E Tecnologia

Publicado

em

X-65

A Defense Advanced Research Projects Agency (DARPA), braço de pesquisa e desenvolvimento do Departamento de Defesa dos Estados Unidos, em colaboração com a Aurora Flight Sciences, iniciou a construção do primeiro protótipo do X-65, uma aeronave experimental que se destaca pela ausência de peças móveis externas, tais como asas ou hélices. Este veículo inédito tem como objetivo introduzir uma metodologia inovadora no campo da aviação.

O X-65 é uma iniciativa integrante do programa Control of Revolutionary Aircraft with Novel Effectors (CRANE), sob os auspícios da DARPA. O projeto visa substituir os tradicionais métodos de controle de voo baseados em superfícies aerodinâmicas móveis, como lemes e profundores, por um sistema inovador de controle através de jatos de ar pressurizado que modulam o fluxo de ar ao redor da aeronave.

Apesar desta abordagem revolucionária, em sua primeira versão, o X-65 contará com superfícies de controle convencionais, que funcionarão como dispositivos de segurança e estabilizadores durante a fase inicial de testes. Estes atuadores de controle de fluxo ativo servirão para garantir uma compreensão mais precisa da dinâmica de voo da aeronave, conforme expresso por Richard Wlezien, gerente de programa do CRANE.

Em termos de especificações, o X-65 terá uma envergadura de 9 metros e um peso aproximado de 3.200 kg. Com capacidade para atingir velocidades de até Mach 0,7, que equivale a cerca de 865 km/h, a performance da aeronave é comparável a outros modelos operados pelo Pentágono, mantendo os resultados dos testes de voo relevantes para aplicações práticas.

Este modelo experimental também contará com um sistema de sensores integrados capazes de monitorar o desempenho estrutural em tempo real. Seu design modular adiciona flexibilidade, permitindo futuras alterações nas asas e nos sistemas de controle de fluxo, adaptando a aeronave para uma variedade de testes e aplicações.

A perspectiva é que o X-65 seja finalizado e apresentado no início de 2025, com o seu voo inaugural ocorrendo nos meses subsequentes. Este empreendimento marca um possível avanço na engenharia aeronáutica, podendo influenciar o desenvolvimento de futuras gerações de aeronaves, com implicações significativas tanto para uso militar quanto civil.

Mais Lidas