Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Nascimento raro: Bebê com quatro rins surpreende médicos

Descubra como a pequena Isis Eloah, nascida com quatro rins, transformou a vida de sua família e desafiou a medicina.

Avatar De Redação Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Nascimento Raro: Bebê Com Quatro Rins Surpreende Médicos

Formosa, DF – Em um acontecimento raro na medicina, uma bebê nasceu com quatro rins em Formosa, no Entorno do Distrito Federal. Isis Eloah Ferreira Alves, de 1 ano e 1 mês, é um caso de “rins supranumerários”, uma condição extremamente rara, com cerca de 100 casos documentados mundialmente.

A menina, filha de Thalia Silva Alves, de 21 anos, nasceu prematura, exigindo cuidados intensivos desde o parto cesáreo. A complexidade de sua condição só foi plenamente compreendida aos cinco meses, quando uma cirurgia revelou a presença dos rins adicionais.

De acordo com Hélio Buson, urologista-pediátrico e chefe do setor de urologia do Hospital da Criança de Brasília (HCB), a malformação ocorre durante a gestação. “O rim é formado a partir de um broto ao lado da bexiga. Em casos raros, esse broto pode ser duplicado, resultando em mais de um rim de cada lado”, explica Buson.

Apesar da raridade, ter rins extras não é, por si só, uma anormalidade para o corpo. Contudo, um dos rins de Isis apresentou uma complicação. “Identificamos uma obstrução em um dos rins, que deixou de funcionar adequadamente”, afirma Larissa Marinho, urologista-pediátrica envolvida no caso.

Isis passou por uma cirurgia para a retirada do rim obstruído e, segundo sua mãe, não enfrentou mais complicações renais. Entretanto, devido ao seu nascimento prematuro e ao tempo de intubação, enfrenta desafios adicionais, como pulmões frágeis e atrasos motores.

“O acompanhamento clínico é essencial e se estenderá por muitos anos”, enfatiza Buson. Marinho acrescenta: “Apesar dos desafios, Isis tem mostrado uma ótima recuperação e deverá ter uma vida normal com os outros três rins funcionando bem.”

A situação de Isis, embora desafiadora, é uma oportunidade de aprendizado para a medicina. “Casos assim contribuem significativamente para o entendimento de malformações renais raras”, conclui Marinho.

ANÚNCIO

Mais Lidas