Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Da origem aos consoles modernos: a evolução de Baldur’s Gate e seu impacto no RPG

Descubra a saga épica de Baldur’s Gate até seu triunfante BG3 – um sucesso avassalador no universo D&D! Explore os predecessores e spin-offs da série.

Avatar De Curiosidades E Tecnologia

Publicado

em

Baldur'S Gate

A história de Baldur’s Gate, famosa franquia de jogos inspirada no universo de Dungeons & Dragons (D&D), remonta ao final da década de 1990. O título mais recente, Baldur’s Gate 3, foi lançado em 2023, disponível para PlayStation 5, Xbox Series X/S e PC. Desenvolvido pelo Larian Studios, o game foi laureado como o melhor do ano pelo The Game Awards de 2023, recebendo aclamação tanto do público quanto da crítica especializada. No entanto, o legado de Baldur’s Gate compreende uma série robusta, incluindo principais e spin-offs disponíveis tanto no PC quanto nos consoles.

O marco inicial da série foi o lançamento de Baldur’s Gate, em 1998, uma criação da BioWare que se destacou por implementar uma jogabilidade estratégica de visão isométrica e oferecer uma aventura repleta de escolhas no cenário de Forgotten Realms. Posteriormente, o game recebeu uma versão atualizada, Baldur’s Gate: Enhanced Edition, em 2013, disponibilizada em várias plataformas, incluindo PC, consoles e dispositivos móveis.

Baldur’s Gate II: Shadows of Amn, sequência do jogo original, chegou ao mercado em 2000 e prosseguiu com a narrativa estabelecida no primeiro título, apresentando refinamentos na jogabilidade. Essa continuação também ganhou uma versão Enhanced Edition, lançada em 2013 e igualmente acessível em diferentes plataformas.

A série se expandiu com Baldur’s Gate: Dark Alliance e sua sequência, trazendo uma abordagem mais voltada para a ação. O primeiro Dark Alliance foi lançado em 2001 e posteriormente recebeu versões modernas para os consoles atuais, enquanto o segundo seguiu em 2004.

Os jogos da série Icewind Dale, spin-offs de Baldur’s Gate, ofereceram uma experiência similar no mesmo universo mas em uma ambientação distinta. Icewind Dale surgiu em 2000, seguido por uma sequência em 2002. Ambos puderam ser reexperienciados através das versões Enhanced Edition, com o segundo título até recebendo uma versão alternativa criada por fãs.

Uma menção também é feita ao título Dungeons & Dragons: Dark Alliance de 2021. Apesar de não ser integrante direto da cronologia de Baldur’s Gate, o jogo faz parte da mesma temática e atraiu atenção para a marca. Ele é ambientado em uma região similar à de Icewind Dale, com um foco mais imersivo no combate.

Planescape: Torment, de 1999, representa outro spin-off, mantendo-se fiel às raízes jogáveis da série e recebendo também uma versão Enhanced Edition.

A relação de Baldur’s Gate com a série Divinity é sublinhada pela produção de Divinity: Original Sin e sua continuação pela Larian Studios, que embora não compartilhem do universo D&D, reproduziram a essência da jogabilidade que mais tarde seria empregada em Baldur’s Gate 3.

É importante enfatizar que esta descrição da franquia Baldur’s Gate cuidou em oferecer um recorte histórico e objetivo da série, destacando sua evolução e a expansão de títulos ao longo dos anos, contribuindo para a compreensão do legado e da importância da saga no contexto dos RPGs eletrônicos.

Continuar lendo

ANÚNCIO

Mais Lidas