Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Compartilhamento de senhas na Netflix cai mas ainda afeta 10% dos usuários nos EUA

Netflix reduz compartilhamento de senha, mas 26 milhões ainda burlam regras. Outros streamings ponderam medidas similares.

Avatar De Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Senha

Quem nunca compartilhou ou usou uma senha de Netflix compartilhada? Essa prática, bastante comum entre amigos e familiares, tomou um rumo diferente a partir de maio do ano passado. A Netflix decidiu colocar um ponto final no compartilhamento de senhas fora do mesmo domicílio, levando muitos a aderir ao plano família e pagar um pouco mais pela paz de não burlar as regras. Embora possa parecer surpreendente, essa decisão veio após casos em que uma única conta era usada por inúmeras pessoas.

Continua a Compartilhar Senha

Um estudo recente realizado nos Estados Unidos revelou que 10% dos usuários da Netflix ainda compartilham suas senhas com amigos ou parentes que não moram com eles. Esse número é uma queda significativa comparado a anos anteriores – 18% em 2018, 14% em 2020 e 15% em 2022. Embora seja a menor porcentagem já registrada, ainda representa cerca de 26 milhões de usuários em todo o mundo.

Outros Serviços de Streaming

O compartilhamento de senhas não é uma questão exclusiva da Netflix. Segundo o Grupo de Estudos Leichtman, pelo menos 23% dos domicílios compartilham senhas para acessar outros serviços de streaming como Disney+, Max e Prime Video. Essa prática se deve, em parte, a tentativas de burlar o sistema, como informar que o titular da conta está em férias ou atualizar frequentemente o endereço de residência.

Medidas Semelhantes em Outras Plataformas

A Netflix pode ter iniciado um movimento que outras plataformas estão começando a seguir. A Max (anteriormente HBO Max) indicou planos de restringir o compartilhamento de senhas a partir de 2024, começando pela Europa. Nos Estados Unidos, os assinantes do Hulu já enfrentam restrições desde 14 de março, e é esperado que o Disney+ siga o exemplo. A exceção parece ser o Prime Video da Amazon, cujos executivos criticaram a restrição da Netflix, argumentando que o serviço oferece mais do que apenas streaming, incluindo descontos em frete e outras promoções.

Essa tendência de apertar as regras sobre o compartilhamento de senhas reflete não só uma tentativa de proteger os direitos de propriedade intelectual, mas também de assegurar o crescimento sustentável do modelo de negócios desses serviços de streaming. Com a líder de mercado, Netflix, pavimentando o caminho, outras grandes name= plataformas estão seguindo o exemplo, sugerindo uma mudança significativa no acesso coletivo a conteúdos digitais.

Mais Lidas