Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Chuva no Sul e as semelhanças entre dengue e leptospirose: como diferenciar sintomas

Especialistas alertam para coexistência de dengue e leptospirose nas áreas afetadas pela enchente no Rio Grande do Sul.

Avatar De Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Em eventos calamitosos, como as chuvas torrenciais que atingiram o Rio Grande do Sul, é possível a ocorrência simultânea da dengue e da leptospirose. Ambas as doenças compartilham sintomas similares, o que pode dificultar o diagnóstico. No entanto, alguns sinais clínicos específicos podem ajudar a diferenciar uma da outra. Veja a seguir os principais sintomas de cada uma e como distingui-los. É importante lembrar que, em qualquer suspeita, buscar assistência médica é essencial para um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

A leptospirose, classificada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como uma doença negligenciada, registra cerca de 500 mil novos casos anualmente no mundo todo. A gravidade da doença pode variar significativamente, com taxas de severidade entre 10% e 70% nos casos mais críticos. Assim, identificar precocemente os sintomas e iniciar o tratamento é crucial para reduzir o risco de mortalidade. A transmissão da leptospirose ocorre através do contato com a bactéria Leptospira, encontrada frequentemente na urina de ratos. Durante enchentes, o contato com a água contaminada facilita a infecção da pele. Além disso, a ingestão de alimentos contaminados pela urina de ratos também pode contribuir para o contágio.

Como identificar

  • Leptospirose: Manifesta-se inicialmente com febre alta acima de 38ºC, de surgimento súbito, acompanhada geralmente de calafrios, dor de cabeça, e dores musculares intensas, principalmente na panturrilha e região lombar. Outros sintomas incluem perda de apetite, náusea, vômito e olhos vermelhos.
  • Dengue: Transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti, a dengue apresenta sintomas após um período de incubação de três a cinco dias. Os primeiros sinais incluem febre alta entre 38ºC e 40ºC, dor de cabeça, dores articulares e atrás dos olhos, cansaço, náusea e perda de apetite. Manchas vermelhas no corpo e sangramento nas mucosas podem ocorrer, indicando diminuição de plaquetas.

Diagnóstico

A diferenciação efetiva entre leptospirose e dengue requer exames laboratoriais específicos. Para a leptospirose, a amostra de sangue pode detectar anticorpos contra a Leptospira, além de culturas e exames de biologia molecular para identificação do DNA da bactéria. No caso da dengue, são realizados hemogramas, detecções de anticorpos antivirais, pesquisas de antígenos e outros exames bioquímicos.

Perante sintomas compatíveis com ambas as doenças, a realização de testes laboratoriais específicos é fundamental para determinar o diagnóstico e iniciar o tratamento adequado. A rápida resposta médica pode prevenir complicações severas e salvar vidas.

Mais Lidas