Connect with us

Curiosidades e Tecnologia

Bancos encerram serviço de transferência via Doc a partir de hoje

A partir de hoje, instituições bancárias interrompem transferências via Doc, privilegiando métodos mais eficientes.

Avatar De Redação Portal Chicosabetudo

Publicado

em

Bancos Encerram Serviço De Transferência Via Doc A Partir De Hoje

A Federação Brasileira de Bancos (Febraban) anuncia o término das transferências bancárias por Documento de Ordem de Crédito (Doc) a partir das 22h desta segunda-feira, 15 de janeiro. Esta medida afeta todas as instituições bancárias associadas à Febraban. O processo de descontinuação do serviço será completo em 29 de fevereiro, prazo final para o processamento de transações já agendadas.

O Doc, que permite a movimentação de valores com efetivação no dia seguinte à ordem de transferência, e a Transferência Especial de Crédito (Tec), usada por empresas para pagamento de benefícios a funcionários, estão sendo substituídos por alternativas mais eficientes e econômicas. A Tec assegura a transferência de recursos no mesmo dia da ordem.

Segundo a Febraban, o advento do PIX, sistema de transferência instantânea lançado em novembro de 2020, foi um fator crucial para a redução da relevância do Doc e da Tec. O valor máximo para transações via Doc ou Tec é de R$ 4.999,99.

Não há, até o momento, indicações de mudanças nas operações de Transferência Eletrônica Direta (Ted).

Preferências de pagamento no Brasil

Um estudo realizado pela Febraban em 2023, com base em dados do Banco Central, revelou um declínio significativo nas transações via Doc, superadas amplamente pelo Pix, cartões de crédito e débito. Walter Faria, diretor adjunto de serviços da Febraban, ressalta que tanto o Doc quanto a Tec perderam a preferência dos clientes, que agora optam majoritariamente pelo Pix devido à sua gratuidade, instantaneidade e maior limite de valor para transações.

O ranking de modelos de pagamento mais utilizados no Brasil é liderado pelo Pix, com 17,6 bilhões de transações, seguido pelos cartões de crédito e débito, ambos com 8,4 bilhões de transações. Boleto bancário, Ted, cheque

e Doc completam a lista, com 2,09 bilhões, 448 milhões, 125 milhões e 18,3 milhões de transações, respectivamente.

ANÚNCIO

Mais Lidas