Reprodução Bruno e Marrone com o presidente Jair Bolsonaro

Os sertanejos Bruno e Marrone receberam da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) o título de Embaixadores do Turismo Brasileiro. Após reunião com o presidente Jair Bolsonaro e com diretores do órgão nesta terça-feira (20), os cantores assinaram o diploma do cargo. Com isso, a dupla aceita a missão de divulgar o turismo e a cultura brasileira em suas redes sociais.

"Mostrando, mais uma vez, o amor pelo Brasil, pela música e pelo povo brasileiro, de forma totalmente colaborativa, essa dupla, que encanta o nosso país há muito, é a mais nova representação da promoção e divulgação do turismo no mundo. Tenho certeza que a nossa cultura será ainda mais difundida e mais turistas se interessarão pelo Brasil", disse o presidente da Embratur, Gilson Machado Neto.

Os cantores agradeceram e se comprometeram a apoiar com a divulgação das ações do governo para o setor turístico brasileiro. Juntos, os dois têm mais de 10 milhões de seguidores nas redes sociais. Após o almoço com Bolsonaro na terça-feira (20), Marrone publicou uma foto ao lado do presidente e de Bruno e o chamou de "mito". "Hoje o almoço foi por conta do nosso presidente". Alguns seguidores apoiaram a dupla elogiando que eles "não precisam de lei Rouanet". Outros fãs, porém, disseram estar decepcionados pela foto ao lado de Bolsonaro. Esse foi o primeiro encontro do chefe do Executivo com os sertanejos, que o apoiaram durante a campanha eleitoral.

A dupla receberá materiais de promoção internacional do turismo brasileiro na tentativa de influenciar turistas de fora a visitarem o Brasil. A Embratur seleciona personalidades reconhecidas em suas atividades para ajudar a divulgar a cultura, a natureza e os atrativos brasileiros. No início do mês, o órgão também concedeu título de Embaixador do Turismo ao biólogo e apresentador Richard Rasmussen.