Reprodução Df91f046 e1cc 4dcd 97aa 31317884f2e0 Feira Agroecológica realizada em março (Foto: Reprodução / ASCOM-PMPA)

Promovida pela AGENDHA, a Feira Agroecológica será realizada entre os dias 21 e 23 de abril, durante a programação do Moto Paulo Afonso 2017, no Centro de Cultura Lindinalva Cabral. O objetivo da Feira é fomentar a produção e comercialização justa e solidária de produtos da sociobiodiversidade catingueira, em especial as produções originadas da agricultura familiar, de comunidades quilombolas, indígenas, de fundo de pasto, agroextrativistas, artesãs e seus grupos e Organizações Socioprodutivas. Esta iniciativa conta com o apoio do AMO PAF, da Prefeitura Municipal de Paulo Afonso, CAR – Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional e da Secretaria de Desenvolvimento Rural do Governo do Estado da Bahia.

A Feira Agroecológica disporá de artesanatos, frutos, doces, temperos, laticínios, biscoitos, óleos, cosméticos e outros produtos feitos com espécies das caatingas, todos socioambientalmente sustentáveis, e que estarão à disposição do público para comercialização.

O que é a AGENDHA?

A AGENDHA (Assessoria e Gestão em Estudos da Natureza, Desenvolvimento Humano e Agroecologia) é uma ONG ambientada em Paulo Afonso/BA, que atua com equipe multidisciplinar no âmbito das relações agroecológicas, socioambientais, socioprodutivas, gênero, geração, raça e etnia, desenvolvendo tecnologias sociais, prestando serviços ATER (Assessoria Técnica e Extensão Rural) Agroecológica, pública e gratuita para segurança e autonomia alimentar, hídrica e energética renovável, bem como na proposição e defesa, no desenvolvimento e no controle social da implementação de algumas políticas públicas.

Em parceria com vários Organismos Governamentais e Multilaterais e Organizações da Sociedade Civil, já realizou diversos projetos em áreas rurais e urbanas, principalmente com famílias, comunidades e Organizações Socioprodutivas da Agricultura Familiar, de Povos e Comunidades Tradicionais e Agroextrativistas das Caatingas das Zonas Subúmida, Seca e Semiárida brasileiras, bem como dos biomas Cerrado e Mata Atlântica da Região Nordeste, nos quais também atua.