publicidade
Bahia, sábado, 25 de abril de 2015 dolar do dia R$ 2,959 34° 21°

Por causa da greve da PM,o início das aulas da rede municipal de ensino é adiado para segunda-feira, dia 13

A greve da Polícia Militar da Bahia levou a Prefeitura de Paulo Afonso a adiar as aulas da rede municipal de ensino.

O ano letivo, que teria início nesta quarta-feira (8), retornará na segunda-feira, dia 13 de fevereiro. A medida, segundo a secretária municipal de Educação, Maria Selma Carvalho, visa a proteger e resguardar os alunos.

Fonte:ASCOM/PMPA

“Não poderíamos iniciar as aulas com esta greve porque, sem o policiamento, as escolas estão vulneráveis a qualquer ação que possa prejudicar o bom andamento escolar. A nossa preocupação é zelar pelo bem estar físico e moral dos alunos, professores e todos funcionários da nossa rede, então entendemos por adiar o início do ano letivo para a próxima segunda-feira(13), esperando que este impasse já tenha sido resolvido.”, frisou Selma.

A secretária ressalta que os alunos não serão prejudicados, uma vez que as aulas serão repostas no decorrer do ano letivo.

Investimentos – Para receber os alunos da rede municipal, a Prefeitura de Paulo Afonso investiu na reforma e ampliação de 15 escolas, além da manutenção de todas as unidades escolares, com pintura e conserto do mobiliário.

Além das reformas, a Prefeitura contemplará, mais uma vez, os alunos com os kits escolares, que este ano, além do fardamento, tênis, material didático e mochila, contarão com novidades, como a garrafinha para água, estojo e kit de higiene bucal, composto de pasta, escova e fio dental.

“Investir na educação tem sido um das nossas principais metas. Desde o nosso primeiro ano de gestão que temos o compromisso de oferecer um ensino público de qualidade, através do investimento na formação do professor, bem como na sua remuneração, através da estruturação do plano de Cargos e Carreira.

Entregamos ainda os kits escolares aos alunos da rede municipal, como também investimos na ampliação e reforma de escolas, em especial na reconstrução da Escola do Barro Vermelho, que havia sido completamente destruída. Ressalto que não mediremos esforços para que nossos alunos tenham sempre acesso a uma educação plena e compromissada”, frisou o prefeito Anilton Bastos.

Da Redação ChicoSabeTudo
Fonte:ASCOM/PMPA

Deixe seu comentário